HISTORIA_

História

A Pitoco é a história de uma mãe de primeira viagem que queria comprar um móvel que não existia no mercado: um trocador que não ocupasse muito espaço e que continuasse tendo função depois que seu filho não usasse mais fraldas.

Embora seu ofício na época fosse a fotografia, desenhou a primeira versão do trocador modular em 2011, aproveitando a genética dos pais arquitetos, e pediu que um marceneiro o executasse.

Em 2012, o desafio foi construir uma cadeira-cubo, um clássico do design infantil, que ela descobriu estudando o método Montessori. Naquela época o método ainda não estava famoso no Brasil, e não havia novamente nenhum móvel disponível no mercado. Desta vez ela mesmo construiu e descobriu que precisava de aulas de marcenaria para aprimorar o projeto.

Em 2013 começou a trabalhar em oficina própria, e de lá pra cá os projetos foram aprimorados através da construção de novos protótipos e de testes com as crianças na sua própria casa. Ela percebeu que além de leves para as crianças puderem manipulá-los, os móveis deveriam ter serventia também aos adultos, pois estavam sempre compartilhando os mesmos espaços.

Os móveis fizeram sucesso com os amigos, e com os amigos dos amigos, e em 2015 a produção começou em pequena escala ainda na oficina de quintal onde as peças eram criadas.

Em 2019, depois de quatro anos validando os produtos no mercado e depois de encontrar os parceiros da ND Marcernaria para a produção das peças, a marca Pitoco virou empresa para que as soluções de design desenvolvidos por Marília Scharlach Cabral pudessem alcançar mais pessoas.

Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

MARILIA SCHARLACH CABRAL 30857300873 - CNPJ: 34.389.222/0001-60 © Todos os direitos reservados. 2020

Depoimentos
"Além das cadeirinhas Pitoco serem lindas e servirem perfeitamente para a nossa necessidades de ter uma banqueta e uma mesinha pra minha filha comer,desenhar,etc, gosto muito da versatilidade, do banquinho pra escovar os dentes, da possibilidade de usá-la como uma pequena estante de livro,ou mesinha de cabeceira, móvel que ficará pra sempre com a gente, cheio de significados e memorias afetivas "

Flora Guimarães, Psicóloga. Mãe da Lila de 02 anos.
Cliente desde 2018

"A gente usa muito, todos os dias, tanto para alimentação quanto para brincadeiras e atividades, inclusive a gente viajou e levou os móveis. Fomos para o Rio, alugamos um Airbnb,olhamos a casa pelas fotos e perguntamos: a onde o Gael vai comer? A gente tava de carro, então botamos a mesinha e cadeirinha no porta mala e levamos, de tanto que estamos acostumados e gostamos."

Glauce Queiroz, diretora de arte. Mãe do Gael de 04 anos.
Cliente desde 2015